segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Série "roubos com final feliz": a todos um bom Natal


Fala o Presidente: "o seu empenho em fazer obra, em mudar a face da região é reconhecido de forma generalizada, todos sabemos que o doutor Alberto João Jardim é um político polémico, de fortes convicções com as quais podemos ou não concordar, mas sempre vi nele um homem defendendo acerrimamente os interesses da Madeira e das suas gentes, um patriota". O dia do anúncio da nacionalização dos prejuízos do banco que financiou os cambalachos do jardinismo foi também o dia em que Alberto João Jardim foi condecorado  por Cavaco Silva com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo. Fala o patriota: "Tenho que felicitar o senhor primeiro-ministro pela solução encontrada, subscrevo a solução encontrada pelo Governo, obviamente que onera os contribuintes, mas uma solução que penalizasse a economia do país, que criasse uma forte destabilização no sistema financeiro (…) isso iria criar uma imagem de Portugal terrível e, talvez se não fosse bem resolvido como foi agora, iria prejudicar um eventual investimento em Portugal nos próximos 10 anos, acho que foi a solução correcta". Tudo termina bem quando acaba bem.

1 comentário:

fb disse...

O dia do anúncio da nacionalização dos prejuízos do banco que financiou os cambalachos do jardinismo foi também o dia em que Alberto João Jardim foi condecorado por Cavaco Silva com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo.