sábado, 25 de abril de 2015

Eles andam aí






Não passam de uma tropa de cobardes. Cobardes perigosos, atenção. Agora não foi ninguém. António Costa rejeita proposta para cobertura das campanhas que PS apoiou. Luís Montenegro responsabiliza socialistas pelas ideias de criação da comissão mista e do plano de cobertura da campanha. Paulo Portas diz "prezar muito" a liberdade de imprensa. Não, não se tratou de nenhummal entendido. Estão prestes a conseguir despachar o Serviço Nacional de Saúde e a Escola Pública que soubemos construir em democracia e já conseguiram pulverizar quase completamente os direitos laborais e sociais conquistados em 1974. Liberdade de imprensa, liberdade de expressão, liberdade de associação, Constituição da República Portuguesa, lei eleitoral, se os deixarmos à vontade, ao mínimo deslize, o ajuste de contas com o 25 de Abril que PSD, PS e CDS vêm consumando nada poupará. Desta vez correu-lhes mal. E o alerta que esta tentativa fracassada deixa atrás de si é o contributo que estes três partidos estariam menos interessados em dar para encher de sentido as comemorações do 25 de Abril deste ano: a democracia é um edifício inacabado que tanto pode crescer como pode sumir-se nas mãos de uns quantos, dependendo da qualidade e da vontade dos cidadãos que a cuidem ou que a desbaratem. O 25 de Abril custou demasiadas vidas e quase meio século de obscurantismo para que agora o deixemos desaparecer nas mãos de uma tropa de anões. Eles vão continuar a tentar.

2 comentários:

fb disse...

Liberdade de imprensa, liberdade de expressão, liberdade de associação, Constituição da República Portuguesa, lei eleitoral, se os deixarmos à vontade, ao mínimo deslize, o ajuste de contas com o 25 de Abril que PSD, PS e CDS vêm consumando nada poupará. Desta vez correu-lhes mal. E o alerta que esta tentativa fracassada deixa atrás de si é o contributo que estes três partidos estariam menos interessados em dar para encher de sentido as comemorações do 25 de Abril deste ano: a democracia é um edifício inacabado que tanto pode crescer como pode sumir-se nas mãos de uns quantos, dependendo da qualidade e da vontade dos cidadãos que a cuidem ou que a desbaratem.

Anónimo disse...


DESSES TEMPOS NÃO ESQUEÇO
DA PORRADA E DO CANIL
ACHO QUE ENLOUQUEÇO
SE NÃO FESTEJAR ABRIL

HÁ QUEM O QUEIRA ESQUECER
COM POLITICAS DE DIREITA
ELES TÊM QUE PERCEBER
QUE O POVO OS ENJEITA

SE ESTA SEITA CONTINUAR
O PAÍS VAI EMPOBRECER
O POVO VAI SE JUNTAR
ENTÃO É VELOS CORRER

AO FAZER ESTAS QUADRAS
SINTO UMA GRANDE ALEGRIA
SÓ DE PENSAR QUE OS CAMARADAS
IMPLANTARAM A DEMOCRACIA

AGORA VOU TERMINAR
DEPOIS VOU AO BARRIL
COM UM COPO VOU FESTEJAR
MAIS UM 25 DE ABRIL

POR
um poeta desconhecido