segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Uma espécie de "responsabilidade"




Vindo de quem vem, é um enorme elogio. "Sinto muito pelos gregos. Elegeram um governo que de momento se comporta de maneira bastante irresponsável", disse Wolfgang Schauble em declarações a uma rádio alemã. Já eu sinto muito pelos alemães. Têm um Ministro das Finanças tão irresponsável ao ponto de travestir o seu sentido de Estado de comentador político, ainda por cima daqueles que não percebem o que é democracia nem soberania. Como comentador, é o que se vê: uma nódoa. Como Ministro, pois alguém que se comporta como uma criança mimada que desata a chamar “irresponsável” quando a contrariam não serve sequer para vendedor de uma loja de chocolates: passaria os dias de boca cheia a chamar “irresponsáveis” a quem ousasse apontar-lhe a causa da sua diarreia crónica. Não admira que a Europa esteja a lástima que está. Os responsaveizinhos tudo permitiram a estes tiranetes. Três milhões de gregos sem acesso à Saúde e o país arruinado são apenas duas das medidas da sua espécie de "responsabilidade".

1 comentário:

fb disse...

Vindo de quem vem, é um enorme elogio. "Sinto muito pelos gregos. Elegeram um governo que de momento se comporta de maneira bastante irresponsável", disse Wolfgang Schauble em declarações a uma rádio alemã. Já eu sinto muito pelos alemães. Têm um Ministro das Finanças tão irresponsável ao ponto de travestir o seu sentido de Estado de comentador político, ainda por cima daqueles que não percebem o que é democracia nem soberania. Como comentador, é uma nódoa. Como Ministro, pois alguém que se comporta como uma criança mimada que desata a chamar “irresponsável” quando a contrariam não serve sequer para vendedor de uma loja de chocolates: passaria os dias de boca cheia a chamar “irresponsáveis” a quem ousasse apontar-lhe a causa da sua diarreia crónica. Não admira que a Europa esteja a lástima que está. Os responsaveizinhos tudo permitiram a estes tiranetes.