quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Da longa série "sucessos/melhorias"


Por serem sistemáticas as desconformidades na urgência, sendo frequente existir um só elemento escalado para o Atendimento Geral durante o dia e a noite, porque as condições de trabalho se têm vindo a degradar desde Novembro pondo em risco a segurança dos doentes, tal como o fizeram os do Garcia de Horta e do Amadora-Sintra, Os chefes de equipa do serviço de urgência do Hospital do Litoral Alentejano também se demitiram em bloco  esta quinta-feira. Isto é capaz de ser ou o sucesso do "ajustamento" português que enche de orgulho a Ministra das Finanças e o seu patrão alemão, ou as melhorias registadas no país conseguidas com a preciosa contribuição dos chineses que fizeram o favor de nos ficar com os 3 milhões de lucros diários da EDP, que o grande estadista António Costa teve oportunidade de agradecer em nosso nome. Mas também pode ser o tal pecado cometido contra a nossa dignidade que começou com o memorando que o arco destes senhores aceitou assinar de cruz em 2011 e que se depender deles – estão de acordo que o país está cada vez melhor – se prolongará pelas próximas duas décadas, não sei. As sondagens vão-lhes dando toda a razão para se manterem fieis ao que sempre foram.

Vagamente relacionado: A Comissão Europeia afirma que o sistema de protecção social português "não foi capaz de lidar" com o aumento da pobreza nos últimos anos, salientando que os cortes nos apoios sociais afectaram "desproporcionalmente" os mais pobres. "O impacto das transferências sociais (excluindo as pensões) na redução da pobreza diminuiu de 29,2% em 2012 para 26,7% em 2013, o que sugere que o sistema de protecção social não foi capaz de lidar com o aumento repentino do desemprego e com o consequente aumento da pobreza", critica Bruxelas.



1 comentário:

fb disse...

Por serem sistemáticas as desconformidades na urgência, sendo frequente existir um só elemento escalado para o Atendimento Geral durante o dia e a noite, porque as condições de trabalho se têm vindo a degradar desde Novembro pondo em risco a segurança dos doentes, tal como o fizeram os do Garcia de Horta e do Amadora-Sintra, Os chefes de equipa do serviço de urgência do Hospital do Litoral Alentejano também se demitiram em bloco esta quinta-feira. Isto é capaz de ser ou o sucesso do "ajustamento" português que enche de orgulho a Ministra das Finanças e o seu patrão alemão, ou as melhorias registadas no país conseguidas com a preciosa contribuição dos chineses que fizeram o favor de nos ficar com os 3 milhões de lucros diários da EDP, que o grande estadista António Costa teve oportunidade de agradecer em nosso nome. Mas também pode ser o tal pecado cometido contra a nossa dignidade que começou com o memorando que o arco destes senhores aceitou assinar de cruz em 2011 e que se depender deles – estão de acordo que o país está cada vez melhor – se prolongará pelas próximas duas décadas, não sei. As sondagens vão-lhes dando toda a razão para se manterem fieis ao que sempre foram.
Vagamente relacionado: A Comissão Europeia afirma que o sistema de protecção social português "não foi capaz de lidar" com o aumento da pobreza nos últimos anos, salientando que os cortes nos apoios sociais afectaram "desproporcionalmente" os mais pobres. "O impacto das transferências sociais (excluindo as pensões) na redução da pobreza diminuiu de 29,2% em 2012 para 26,7% em 2013, o que sugere que o sistema de protecção social não foi capaz de lidar com o aumento repentino do desemprego e com o consequente aumento da pobreza", critica Bruxelas.