sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

A Bem da Nação


Hoje proponho-lhes um pequeno exercício. Na frase que se segue, substituir o adjectivo “português” por aquele que melhor corresponda. Como? É difícil? Bem sei. Aqui segue uma pequena dica: na imagem junta está o pin que os membros do actual Governo carregam na lapela para toda a parte como demonstração de todo o seu patriotismo.

“O Governo português quer estabilidade laboral na PT Portugal, mas não vai servir de mediador entre uma empresa privada francesa e os seus trabalhadores portugueses, disse ao PÚBLICO o ministro da Economia português, António Pires de Lima.”


Mais uma dica: António Pires de Lima reconhece, numa entrevista à Rádio Renascença, que todos os trabalhadores da TAP estão protegidos de um despedimento colectivo durante dois anos e meio e não apenas os afectos a nove sindicatos, como disse na quinta-feira passada quando foi anunciado o caderno de encargos. Tudo não passou de "um lapso, não foi intencional", assegura. "Eu próprio pedi ao senhor Primeiro-ministro na manhã de sexta-feira, tinham passado menos de 12 horas depois de eu ter feito esse lapso, para o corrigir.” (20 de Janeiro, há três dias)

1 comentário:

fb disse...

Hoje proponho um pequeno exercício. Na frase que se segue, substituir o adjectivo “português” por aquele que melhor corresponda. Como? É difícil? Bem sei. Aqui segue uma pequena dica: na imagem junta está o pin que os membros do actual Governo carregam na lapela para toda a parte como demonstração de todo o seu patriotismo.
“O Governo português quer estabilidade laboral na PT Portugal, mas não vai servir de mediador entre uma empresa privada francesa e os seus trabalhadores portugueses, disse ao PÚBLICO o ministro da Economia português, António Pires de Lima.”