quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Filantropias



José Sócrates, com 2 mil euros,  e Carlos Santos Silva, com 10 mil a conselho do primeiro, ambos detidos no âmbito da Operação Marquês, fizeram donativos à campanha de António Costa para as primárias do PS, revela a "Visão". Vá, não fiquem já a pensar coisas feias. Foram só 12 mil euros e nem tudo o que parece é. Vejam o que diz o catedrático de Coimbra João Calvão Silva,  especialista em direito bancário, no parecer que escreveu sobre Ricardo Salgado para que este o entregasse ao Banco de Portugal para obter o reconhecimento da idoneidade perdida: "a oferta de 14 milhões de euros do empresário José Guilherme a Ricardo Salgado justifica-se com o “bom princípio geral de uma sociedade que quer ser uma comunidade – comum unidade –, com espírito de entreajuda e solidariedade", lê-se no I. Estão a ver que bonito? É reconfortante poder fortalecer a firme convicção de que a nossa comunidade respira aquela saúde que apenas emana dos mais nobres valores e princípios. A generosidade desinteressada é um deles, quem sabe o mais mais dos mais mais.

1 comentário:

fb disse...

José Sócrates, com 2 mil euros, e Carlos Santos Silva, com 10 mil a conselho do primeiro, ambos detidos no âmbito da Operação Marquês, fizeram donativos à campanha de António Costa para as primárias do PS, revela a "Visão". Vá, não fiquem já a pensar coisas. Foram só 12 mil euros e nem tudo o que parece é. Vejam o que diz o catedrático de Coimbra João Calvão Silva, especialista em direito bancário, no parecer que escreveu sobre a idoneidade de Ricardo Salgado para que este o entregasse ao Banco de Portugal para obter o reconhecimento da idoneidade perdida: "a oferta de 14 milhões de euros do empresário José Guilherme a Ricardo Salgado justifica-se com o “bom princípio geral de uma sociedade que quer ser uma comunidade – comum unidade –, com espírito de entreajuda e solidariedade", lê-se no I. Estão a ver? É reconfortante poder fortalecer a firme convicção de que a nossa comunidade respira aquela saúde que apenas emana dos mais nobres princípios.