quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Princípio da igualdade: se o Belmiro pode, o Ricardo também pode


A pedido da empresa do Grupo Espírito Santo (GES) proprietária daquele hospital, a Espírito Santo - Unidades de Saúde (ESUS), que as solicitou por escrito em 2009, quando a câmara já estava a preparar uma revisão do plano que não as contemplava, António Costa aprovou em 2013 dois projectos de obras do Hospital da Luz, uma ampliação e um parque de estacionamento, quase um ano antes de entrarem em vigor as alterações ao plano de pormenor necessário para dar luz verde ao segundo sem violar o PDM. Responda quem souber: se o leitor se puser a construir um parque de estacionamento num local não previsto para esse efeito no PDM, o que é que lhe acontece? Exactamente o mesmo que lhe aconteceria se solicitasse o encerramento da principal artéria da capital para aí fazer um mega picnic.  Mas a construção do novo parque de estacionamento subterrâneo de apoio ao hospital da Luz  está quase concluída. A tradição do centrão continua a ser a que os votos quiserem. Toca a agradecer.

Sem comentários: