sábado, 11 de outubro de 2014

Mais um recorde


A história tem tanto de fantástica como de facilidade em contar-se. Esta sexta-feira, no concurso com que o Ministério da Educação tentou emendar os erros dos concursos anteriores, Fernando, professor, ficou colocado simultaneamente em 75 escolas de Portugal Continental. Como se não bastasse a fartura, 53 horários para dar aulas ao 1.º ciclo e 22 como docente de Educação Especial, o docente não tinha direito a qualquer um deles por ter desistido do concurso. Está à vista que foi batido mais um recorde. E não foi o professor quem o bateu, foi a nossa democracia. O Ministro Nuno Crato não se demite nem é demitido, permanece de pedra e cal agarrado ao lugar. A tal “governabilidade” é isto. Alguém tem que governar e não importa que essa figurinha com poder sobre as vidas de tantos cidadãos seja, como Crato comprovadamente é, um incompetente de excelência. O Presidente da República é o garante do regular funcionamento das instituições democráticas.

5 comentários:

Anónimo disse...

A história tem tanto de fantástica como de facilidade em contar-se. Esta sexta-feira, no concurso com que o Ministério da Educação tentou emendar os erros dos concursos anteriores, Fernando, professor, ficou colocado simultaneamente em 75 escolas de Portugal Continental. Como se não bastasse a fartura, 53 horários para dar aulas ao 1.º ciclo e 22 como docente de Educação Especial, o docente não tinha direito a qualquer um deles por ter desistido do concurso. Está à vista que foi batido mais um recorde. E não foi o professor quem o bateu, foi a nossa democracia. O Ministro Nuno Crato não se demite nem é demitido, permanece de pedra e cal agarrado ao lugar. A tal “governabilidade” é isto. Alguém tem que governar e não importa que essa figurinha com poder sobre as vidas de tantos cidadãos seja, como Crato comprovadamente é, um incompetente de excelência. O Presidente da República é o garante do regular funcionamento das instituições democráticas.

Anónimo disse...

sim...mas a culpa de lá terem metido este palerma é, também, de outro imbecil, de nome Mário Nogueira.....eu é que lá deveria estar no parlamento para responder ao jerónimo...pelo ou desapareceria o PS ou o PCP,....

Cisfranco disse...

Não têm mais ponta por onde se lhes pegue. Errar qualquer um erra, mas erros sobre erros e sempre a errar cada vez mais ... não dá. Por muito menos Santana Lopes foi posto na rua. Mas o actual PR que não passa de figura decorativa, não se mete nesses assuntos. De vez em quando aparece a dizer umas palavrinhas e às vezes de forma inflamada que até parece que não tem nada a ver com a coisa e que está a fazer o seu melhor.

Anónimo disse...

O Nogueira? Os socialistas queriam que lá estivesse a Milu, a tal que é recordista de encerramentos de escolas e de somas pagas a alguém para tirar fotocópias (João PedrosoI. Não se amofinem, já lá vem a mama outra vez.

Nan disse...

O Mário Nogueira deve ser mágico! Até consegue ser culpado da nomeação do Crato! Fantástico, Melga!