quinta-feira, 19 de junho de 2014

Ups!

Relvas 2.0: "para pensar, estou cá eu".

Depois das afirmações categóricas de ontem de Poiares Maduro, uma análise mais atenta à legislação levou o Governo a alterar a estratégia em menos de 24 horas: os funcionários públicos que já tenham recebido este ano a totalidade ou parte do subsídio de férias com o corte que estava previsto vão, afinal, receber o valor em falta. Ao segundo dia, fez-se luz. Desta vez a rapaziada parece que compreendeu. Parece.

1 comentário:

fb disse...

Depois das afirmações categóricas de ontem de Poiares Maduro, uma análise mais atenta à legislação levou o Governo a alterar a estratégia em menos de 24 horas: os funcionários públicos que já tenham recebido este ano a totalidade ou parte do subsídio de férias com o corte que estava previsto vão, afinal, receber o valor em falta. Ao segundo dia, fez-se luz. Desta vez a rapaziada parece que compreendeu. Parece.