sábado, 22 de fevereiro de 2014

Mais vale sós do que muito mal acompanhados


Os partidos do Progresso (centro) e da Independência (direita) chegaram a um acordo sobre um projecto de lei que pede ao Executivo suportado por ambos no parlamento para "retirar a candidatura de adesão à União Europeia", apresentada pela Islândia em 2010. Os dois membros da coligação, ambos eurocépticos, tinham prometido em Maio do ano passado que seria feito um referendo, que, segundo as sondagens, daria a vitória ao “não”. Esta tendência, traduzida também na vitória nas eleições de dois partidos que se apresentaram a votos com um programa anti-adesão, esvazia de sentido a realização do prometido referendo. O projecto.legislativo prevê  que Uma nova candidatura não será feita sem a realização prévia de consulta popular.

Sem comentários: