terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Pirating

Depois do punhing do palhaço do empreendedorismo, é agora a vez do translading, da autoria da colega Assunção Esteves, a nossa especialista em mecenatos em transladações. Um Estado que não assegura Saúde e Educação de qualidade é um Estado sem legitimidade para cobrar impostos. Um Estado forreta até em despesas como a de uma transladação é um Estado declaradamente a saque. Foi o que Assunção Esteves quis dizer-nos. E que, já o sabíamos, joga na equipa dos piratas.

2 comentários:

anamar disse...

Pobrezinhos, pouco honradinhos e mais ao menos lavadinhos...

Abraço ;)

Anónimo disse...

Uma "senhora" que nada faz, que não produz um cêntimo por ano e que custa dezenas de milhares de euros ao país, vem falar em despesas?
E já nem falo nos prejuízos indirectos que ela causa.