quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

O valor de um NÃO


Os islandeses não resgataram o seu sistema bancário. Recusaram pagar a delinquência dos outros, Aquela conversa do “viveram acima das vossas possibilidades” não os convenceu. Sem o peso da nacionalização das dívidas dos bancos, o Estado ficou mais leve.   E a economia recuperou rapidamente: já cresce a 2,7% e a taxa de desemprego ronda os 4%. Valeu a pena dizer NÃO.

Nota importante:  a fotografia que ilustra este post NÃO foi tirada na Islândia.

Sem comentários: