domingo, 20 de outubro de 2013

Sobre a "independência" de todas as virtudes


O presidente eleito para a Câmara Municipal do Porto, o independente Rui Moreira, e o socialista Manuel Pizarro fecharam na noite de sábado um acordo pós-eleitoral que atribui pelouros a vereadores eleitos pelo PS, garantindo um exercício de mandato com maioria absoluta. Bem sei que a memória costuma ser curta, mas aqui fica a lição para todos aqueles que tanto se entusiasmam com as candidaturas ditas independentes ao ponto de se baterem para que essa possibilidade seja alargada também a eleições legislativas. O fim de mais esta independência bombástica terminou pelo calendário da conveniência.

1 comentário:

fb disse...

O presidente eleito para a Câmara Municipal do Porto, o independente Rui Moreira, e o socialista Manuel Pizarro fecharam na noite de sábado um acordo pós-eleitoral que atribui pelouros a vereadores eleitos pelo PS, garantindo um exercício de mandato com maioria absoluta. Bem sei que a memória costuma ser curta, mas aqui fica a lição para todos aqueles que tanto se entusiasmam com as candidaturas ditas independentes ao ponto de se baterem para que essa possibilidade seja alargada também a eleições legislativas. O fim de mais esta independência terminou pelo calendário da conveniência.