sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Atenção à parceria


O general na reserva Bento dos Santos Kangamba, casado com uma sobrinha do Presidente José Eduardo dos Santos, tem ordem de prisão no Brasil e o nome na lista de procurados na Interpol. Kangamba  está acusado de gerir uma rede de tráfico de mulheres do Brasil não só para Angola, que seria o principal destino, mas também para Portugal, África do Sul, e Áustria, segundo o diário brasileiro Estado de São Paulo. Como de costume quando algum bandido da elite angolana tem problemas com a Justiça de outro país, com a justiça angolana há tudo menos problemas, um porta-voz de Kangamba desmentiu as acusações e diz que estas visam “atingir e caluniar outras personalidades”, cita a agência Angola Press. A notícia nada diz sobre eventuais consequências sobre a parceria existente entre Angola e o Brasil. Esse tipo de ameaças é tratamento reservado para aquela espécie de estadistas que anda sempre com os joelhos sujos, quando não também as mãos.

1 comentário:

fb disse...

O general na reserva Bento dos Santos Kangamba, casado com uma sobrinha do Presidente José Eduardo dos Santos, tem ordem de prisão no Brasil e o nome na lista de procurados na Interpol. Kangamba está acusado de gerir uma rede de tráfico de mulheres do Brasil não só para Angola, que seria o principal destino, mas também para Portugal, África do Sul, e Áustria, segundo o diário brasileiro Estado de São Paulo. Como de costume quando algum bandido da elite angolana tem problemas com a Justiça de outro país, com a justiça angolana há tudo menos problemas, um porta-voz de Kangamba desmentiu as acusações e diz que estas visam “atingir e caluniar outras personalidades”, cita a agência Angola Press. A notícia nada diz sobre eventuais consequências sobre a parceria existente entre Angola e o Brasil. Esse tipo de ameaças é tratamento reservado para aquela espécie de estadistas que anda sempre com os joelhos sujos, quando não também as mãos.