domingo, 29 de setembro de 2013

Terminou o festival tuga


Foi uma noite autárquica pejada de boas notícias. Luís Filipe Bifana Menezes perdeu no Porto, João de Carrinho Seara perdeu em Lisboa, o PSD de Alberto João Jardim perdeu sete das onze Câmaras que tinha na Madeira, a espécie de cidadão que António José Seguro queria Presidente em Matosinhos perdeu. Bernardino ganhou em Loures. E depois vêm os mas, as boas notícias são quase sempre acompanhadas de más notícias. No caso da minha cidade, péssima, o candidato do PSD João Paulo Barbosa de Melo perdeu, mas ganhou o candidato do PS, Manuel Machado. Os conimbricenses gostam de duelos imobiliários. Menezes perdeu, mas ganhou Moreira. Os portuenses entusiasmam-se com duelos entre aventureiros de direita. Moita Flores perdeu em Oeiras, mas ganhou Paulo Vistas, o sucessor de Isaltino. Os oeirenses reafirmam o seu fetiche. O PSD sofreu uma pesada derrota um pouco por todo o país, mas o PS obteve uma retumbante vitória. Os portugueses gostam de duelos troikistas. Guardei para o final a Melhor notícia da noite: finalmente terminou o festival tuga. Mas terminou também a efémera meiguice eleitoral que pautou todo o festival. Agora será novamente mesmo a doer.

(actualizado)

1 comentário:

bruno disse...

A vitória da CDU foi retumbante, a do PS não... Perdeu Porto, Braga e Matosinhos, e perdeu muitas câmaras no Sul para a CDU. A CDU ficou (proporcionalmente ao seu tamanho) com uma fatia maior do que o PSD perdeu, o que tem de ser mau sinal para o partido que se queria agora a grande alternativa...