segunda-feira, 2 de setembro de 2013

"Reestruturar", vulgo, despedir


O BCP anunciou que vai reduzir 25% os custos de pessoal e chama-lhe "reestruturação". Já lá vai o tempo em que as reestruturações reestruturavam. Agora, limitam-se a despedir. O Estado português injectou 3 mil milhões no BCP sem acautelar a manutenção de quaisquer postos de trabalho. O Governo de Pedro Passos Coelho e Paulo Portas também “reestrutura” que até chateia. (ler aqui)

Sem comentários: