quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Para surpresa geral e contrariando todas as previsões


Nem o Tribunal, nem a PSP sabem onde está Oliveira Costa. Sabe-se que  estava obrigado a comunicar qualquer alteração de residência e que a polícia não o encontrou em casa, o que seria motivo suficiente para um mandado de captura que, até notícia em contrário, não foi emitido. Sabe-se que renovou o passaporte. Sabe-se que o tribunal lhe levantou a interdição de se ausentar do país. Sabe-se que o tribunal  admitiu não saber se Oliveira Costa se encontra em território nacional. O resto não se sabe. Mas imagina-se.

No dia seguinte: o ex-presidente do BPN, José Oliveira e Costa, contactou pessoalmente a 7.ª Vara Criminal de Lisboa, onde decorre o caso Homeland que tem Duarte Lima como arguido, informando o tribunal que se encontra em Lisboa e disponível para depor como testemunha neste caso. Fica a experiência e o aviso sobre os cuidados a ter para evitar surpresas maiores.

1 comentário:

fb disse...

Nem o Tribunal, nem a PSP sabem onde está Oliveira Costa. Sabe-se que estava obrigado a comunicar qualquer alteração de residência e que a polícia não o encontrou em casa, o que seria motivo suficiente para um mandado de captura que, até notícia em contrário, não foi emitido. Sabe-se que renovou o passaporte. Sabe-se que o tribunal lhe levantou a interdição de se ausentar do país. Sabe-se que o tribunal admitiu não saber se Oliveira Costa se encontra em território nacional. O resto não se sabe. Mas imagina-se.