terça-feira, 16 de julho de 2013

Quem diria?



O encontro entre o BE e o PS, no Largo do Rato, em Lisboa, durou pouco mais de uma hora. E à saída da reunião, o PS emitiu um comunicado no qual clarifica que o partido não estará em processos de diálogo paralelos. Para já, os socialistas continuam sentados à mesa com o PSD e o CDS. E então, por que diabo aceitaram conversar com o Bloco? Resposta óbvia: para darem ares de dialogantes. Resposta ainda mais óbvia: porque estão prestes a chegar a acordo com os dois sócios do memorando. O Bloco fez o que lhe competia. O PS prefere aliar-se à direita. Nada a fazer com este PS. Daquela mítica ala esquerda do PS, nem sinais. Se não aparecer em cena agora, é porque não passava de mais uma fábula. A esquerda já não mora ali há muitíssimo tempo.

1 comentário:

Filipe Tourais disse...

O encontro entre o BE e o PS, no Largo do Rato, em Lisboa, durou pouco mais de uma hora. E à saída da reunião, o PS emitiu um comunicado no qual clarifica que o partido não estará em processos de diálogo paralelos. Para já, os socialistas continuam sentados à mesa com o PSD e o CDS. E então, por que diabo aceitaram conversar com o Bloco? Resposta óbvia: para darem ares de dialogantes. Resposta ainda mais óbvia: porque estão prestes a chegar a acordo com os dois sócios do memorando. O Bloco fez o que lhe competia. O PS prefere aliar-se à direita. Nada a fazer com este PS. Daquela mítica ala esquerda do PS, nem sinais. Se não aparecer em cena agora, é porque não passava de mais uma fábula. A esquerda já não mora ali há muitíssimo tempo.