segunda-feira, 10 de junho de 2013

Preto no branco

O Presidente da República gastou apenas uma das 10 páginas do seu discurso do 10 de Junho para dizer que discorda daqueles que têm uma visão do cargo como “um actor político que participa e se envolve no jogo entre maiorias e oposições”. Por outras palavras: "não contem comigo para ser Presidente da República". Nada de novo, portanto. Já toda a gente tinha reparado que o Palácio de Belém foi ocupado por alguém que se está nas tintas para o povo que o elegeu e lhe paga mordomias de Presidente que não é. Qual magistratura de influência, isso já lá vai. Cavaco Silva declarou-se o nosso ocupa de luxo. As restantes páginas do discurso foram um guião de um TV Rural mal amanhado.

Sem comentários: