quinta-feira, 6 de junho de 2013

Errar mas acertar, falhar sem fracassar


O FMI assumiu erros graves na concepção do plano de resgate à Grécia. Não há problema algum, os gregos pagam à mesma. A Comissão Europeia e o BCE rejeitam quaisquer erros no plano de resgate à Grécia. Tudo óptimo, Os gregos pagam à mesma. Os portugueses pagam à mesma, os irlandeses pagam à mesma, os cipriotas pagam à mesma. E, com a preciosa submissão dos Governos nacionais de cada país,  o FMI, a Comissão Europeia e o Banco Central Europeu continuam à mesma a brincar aos destruidores de milhões de vidas. A brincadeira tem que acabar e depressa. A Europa dos cidadãos fazia sentido. Tornou-se um absurdo ao cair nas mãos destes loucos que não respondem perante mais ninguém senão eles próprios. Por isso, errar tornou-se o mesmo que acertar. Para eles dá no mesmo. Que se lixe a Europa, que se lixem os Europeus. A vida corre-lhes sem sobressaltos. Até tal dia.

1 comentário:

fb disse...


O FMI assumiu erros graves na concepção do plano de resgate à Grécia. Não há problema algum, os gregos pagam à mesma. A Comissão Europeia e o BCE rejeitam quaisquer erros no plano de resgate à Grécia. Tudo óptimo, Os gregos pagam à mesma. Os portugueses pagam à mesma, os irlandeses pagam à mesma, os cipriotas pagam à mesma. E, com a preciosa submissão dos Governos nacionais de cada país, o FMI, a Comissão Europeia e o Banco Central Europeu continuam à mesma a brincar aos destruidores de milhões de vidas. A brincadeira tem que acabar e depressa. A Europa dos cidadãos fazia sentido. Tornou-se um absurdo ao cair nas mãos destes loucos que não respondem perante mais ninguém senão eles próprios. Por isso, errar tornou-se o mesmo que acertar. Para eles dá no mesmo. Que se lixe a Europa, que se lixem os Europeus. A vida corre-lhes sem sobressaltos. Até tal dia.