terça-feira, 28 de maio de 2013

Mais um desastre com assinatura

Os transportes públicos perderam 45 milhões de validações em 2012, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira pelo Instituto Nacional de Estatística. No ano passado, foram movimentados 399,4 milhões de passageiros, o que representa um recuo de 10,2% face aos 444,7 milhões de 2011. A maior queda foi protagonizada pelo metropolitano em Lisboa, que registou uma redução de 13,4% na procura, tendo perdido em termos absolutos 23,9 milhões de passageiros. Segue-se o transporte fluvial, com uma quebra de 12% na procura, passando de 31,2 para 27,4 milhões de passageiros entre 2011 e 2012. Nos comboios, houve igualmente uma quebra, neste caso de 11,3%. A CP transportou no ano passado 132,2 milhões de pessoas, quando tinha alcançado 149,1 milhões em 2011. No início e ao longo do ano passado, o Governo resolveu reduzir a frequência e tornar proibitivos o preço dos transportes públicos, alegadamente para equilibrar as contas públicas. O resultado foi um desastre. Para variar.

Sem comentários: