quarta-feira, 29 de maio de 2013

A austeridade e os moralistas, mais um alerta

Apanhado no torvelinho da crise financeira, confrontado com uma enorme dívida e com o empobrecimento de centenas de milhares de famílias que não podem pagar os seus empréstimos, o governo ultraconservador húngaro decidiu criminalizar as pessoas sem abrigo e selecciona os candidatos a uma habitação social através de critérios morais. Bem-vindos ao outro laboratório europeu da crise. (continuar a ler)

Sem comentários: