segunda-feira, 1 de abril de 2013

Pois


O presidente de Chipre negou nesta segunda-feira ter dado informação privilegiada a familiares para lhes permitir retirar dinheiro do país. E assegurou que ninguém escapará ao escrutínio da comissão criada para investigar as denúncias de desvios de depósitos. Pois. E quem é que terá informado a família e amigos do senhor Presidente? Foram vocês que lhes sugeriram que transferissem 21 milhões para Inglaterra três dias antes da bomba rebentar? Eu não fui. Juro que não.

Sem comentários: