sexta-feira, 12 de abril de 2013

Ding Dong!



Ding Dong! The Witch Is Dead (Ding Dong! A Bruxa Morreu), a canção interpretada por Judy Garland no filme O Feiticeiro de Oz, de 1939, é nestes últimos dias um pesadelo para a BBC. Tudo porque o tema está na lista dos singles mais vendidos na última semana no Reino Unido, depois de uma campanha iniciada no Facebook a celebrar a morte de Margaret Thatcher, a antiga primeira-ministra britânica, aos 87 anos. Passar ou não a canção na Radio 1 da BBC, como todas as demais do top de mais vendidos, é agora tema de debate no país, a dias das cerimónias fúnebres de Thatcher. O embaraço e a censura são mais sinais a juntar a outras evidências de uma comunicação social ao serviço de uma ideologia que atrofia ideais, esmaga o bem-estar social e promove um retrocesso civilizacional até ao tempo em que se trabalhava para sobreviver, sem garantias de haver trabalho no dia seguinte, sem Saúde, sem Educação, sem protecções sociais de qualquer tipo. O tempo em que esta pobreza convivia alegremente com o fausto de funerais com um custo de 10 milhões de euros. Como o da senhora baronesaMargaret Thatcher. Ding Dong! Esse dia será a próxima Quarta-feira. A bruxa morreu, mas andam muitos mais por aí.

Sem comentários: