sexta-feira, 22 de março de 2013

Uma coesão do caraças

Os comentadeiros da manhã são unânimes na ideia de que a moção de censura a apresentar brevemente pelo PS poderá prejudicar a imagem de Portugal junto dos credores externos na medida em que estilhaça uma coesão não sei das quantas. Ora bolas. Então se uma recessão de 3,2%, uma dívida pública a aumentar como nunca e os recordes sucessivos no desemprego e no encerramento de empresas não produzem qualquer alteração no tal ajustamento que corre sempre sobre rodas, será uma moção de censura sem quaisquer possibilidades de fazer cair o Governo que os fará mudar de opinião? Diria que os nossos comentadores têm uma imaginação sem limites. Contudo, observo que têm todos a mesma imaginação, por sinal a daquela narrativa com que o Governo e o partido mais responsavelzinho da oposição têm andado a  amansar os portugueses. Ele há coincidências do caraças.

Sem comentários: