quinta-feira, 21 de março de 2013

O regresso do engenheiro


José Sócrates regressará em Abril. Desta vez, não como vendedor de computadores ou bombas de calor. A nova oportunidade foi-lhe dada para se dedicar em exclusivo ao produto que vende melhor: banha da cobra. Sócrates foi anunciado como nova aquisição da equipa de comentadores encartados da televisão pública. Detalhe importante, a RTP fez ainda saber que a sua nova estrela trabalhará em regime de voluntariado. Faz sentido.
O voluntariado, pela quantidade de gente que se vê para aí a gritar que quer políticos a trabalhar à borla. Sócrates voltaria imediatamente ao poder se não fosse um aldrabão tão conhecido e se se candidatasse no pressuposto de dar o seu salário aos pobrezinhos após a eleição; a escolha do analista, quer pela sobrevivência de um regime que confia aos meios de comunicação social a redução da política e das escolhas ao Benfica-Sporting disputado entre PS e PSD, quer pela sobrevivência de um Governo moribundo que faz uso da estação que controla para mostrar ao público o seu anti-cristo ao vivo e a cores: Sócrates ou Passos Coelho, ou um, ou o outro.
O resto são radicais de esquerda sem uma licenciatura por equivalências ou concluída ao Domingo que os habilite sequer para se candidatarem a interferir no monopólio da opinião que melhor serve banqueiros, rendeiros da energia e dos combustíveis, empreendedores da parceria público-privada, Belmiros,  Soares dos Santos, Amorins e outros que tais. Os vampiros ficam para a parte mais importante do programa, os comerciais do intervalo. A política assim torna-se enfadonha, é verdade. Mas quem é que disse que a abstenção não os ajuda a conservar o poder? Miguel Relvas não anda a dormir.

10 comentários:

Talia disse...

Lamentável para a RTP e para todos nós...

Anónimo disse...

Inacreditável. Quem foram os responsáveis por tal semelhante integração? Foi convidado? Por quem? Ofereceu-se? Quem aceitou? Em nome de quem? Certamente que não em nome dos portugueses. Como dizia o outro: "jamais!"

Filipe Tourais disse...

.Já corre uma petição a exigir que seja vedado o regresso de Sócrates aos tempos de antena, e já conta com mais de 7 mil assinaturas. O anti-cristo do post fica perfeitamente ilustrado. Vencedor: Pedro Passos Coelho. Não vou assinar esta petiç...ão. Recuso contribuir para o estreitamento das escolhas. Não temos que ser obrigados a escolher entre duas porcarias, há vida fora do eixo da porcaria.
Apareça uma petição a exigir paineis de comentadores onde o contraditório troika-altertroika seja assegurado com um equilíbrio que reponha a pluralidade desejável em qualquer democracia e essa sim, assino com todo o gosto.

Anónimo disse...

Isto já não tem a ver com política. Este anormal é um Nero dos anos modernos, um anencefalo manhoso.
Devia estar atrás das grades.
A RTP dá tempo de antena a um criminoso para ganhar audiências?
Boicote-se o esquema, inclusivamente boicotem-se os produtos dos tais anúncios do intervalo. Quando começarem a ver as receitas a cair logo vemos o anencéfalo a ir desta para melhor (televisivamente falando claro, que ainda ninguém nos fez o favor de lhe limpar o sebo).
Peço desculpa pelo post meio agressivo.
Não costumo ser assim.
Mas tira-me do sério assistir à estupidez encardida deste povo que é o meu.

Anónimo disse...

Melhor ainda vai ser quando ele for eleito - PM outra vez, PR. Indignação é muito bonito, mas quando chega a hora de votar, partidos do poder + abstenção superam e bem os 8 milhões. Siga, sem vaselina e com areia. Merecem.

Anónimo disse...

Trabalhar a custo zero.Um exemplo prós outros comentadores de serviço que se fazem pagar bem.

Bem Haja pelo seu regresso

Anónimo disse...

Só trabalha a custo zero quem não precisa de dinheiro para viver. Se não precisa de dinheiro para viver é porque alguém lho dá. Eu prefiro trabalho pago e honesto.

Anónimo disse...

trabalhar a custo zero??? elenão sabe o que é isso? se isto for para a frente vão ver como com falinhas mansas ele põe o pessoal novamente a dormir, até se preciso for, para ir para o poleiro....

Anónimo disse...

Anónimo dise ...

É simplesmente vergonhoso.
Portugal e os Portugueses merecem
mais respeito.

Anónimo disse...

É simplesmente vergonhoso.
Portugal e os Portugueses merecem
mais respeito.