sexta-feira, 1 de março de 2013

Lições de democracia


A Assembleia Municipal de Tomar aprovou, por 18 votos a favor, 13 contra e uma abstenção, a destituição de Miguel Relvas do cargo de presidente da mesa da própria Assembleia. A mesa, porém, decidiu não reconhecer a decisão, alegando que seriam necessários 2/3 dos votos para destituir o intocável.
Entretanto, no meio da discussão, à conversa chegou a alusão às regulares presenças de Relvas em Moçambique, um paraíso também da predilecção do intocável do post anterior. Relvas com Dias Loureiro no Brasil e Relvas com Isaltino em Moçambique. O nosso Relvas vai dando lições de democracia em toda a lusofonia, mas a sede da quadrilha é emLisboa. Ainda.

1 comentário:

fb share disse...




A Assembleia Municipal de Tomar aprovou, por 18 votos a favor, 13 contra e uma abstenção, a destituição de Miguel Relvas do cargo de presidente da mesa da própria Assembleia. A mesa, porém, decidiu não reconhecer a decisão, alegando que seriam necessários 2/3 dos votos para destituir o intocável.
Entretanto, no meio da discussão, à conversa chegou a alusão às regulares presenças de Relvas em Moçambique, um paraíso também da predilecção do intocável do post anterior. Relvas com Dias Loureiro no Brasil e Relvas com Isaltino em Moçambique. O nosso Relvas vai dando lições de democracia em toda a lusofonia, mas a sede da quadrilha é em Lisboa. Ainda.