terça-feira, 19 de março de 2013

A Europa nas mãos de especialistas


Com voto a favor do sábio Gaspar, os ministros das Finanças da zona euro  decidiram avançar para um confisco que espalhou a certeza de que os bancos deixaram de ser o sítio mais seguro para guardar dinheiro. Mas que grande surpresa. O euro caiu para mínimos, as bolsas caíram a pique e os depositantes iniciaram uma corrida desenfreada aos bancos para salvarem o seu. Ó pá, se calhar aquilo não foi nada boa ideia! Os ministros das Finanças da zona euro decidiram então recuar e recomendar que os depositantes que tenham menos de 100 mil euros nos bancos de Chipre fiquem isentos do novo imposto extraordinário, embora não abdiquem que a receita gerada pela nova taxa renda os previstos 5800 milhões de euros. Uma demonstração de sensibilidade social? Nem por sombras. Eles nem sabem o que isso é. Os ministros das Finanças da zona euro quiseram mostrar ao mundo que não têm a mais pálida ideia do que andam a fazer. Os mercados hão-de acalmar-se bastante com a Europa nas mãos desta malta.

Sem comentários: