sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

O Governo também foi ao mercado


Encerrou o mercado de Inverno. Olhando para as novas aquisições, verificamos que o Governo se reforçou  na Administração Local com alguém sem qualquer experiência autárquica mas com experiência no BES. E o BES é conhecido por alguns financiamentos autárquicos, com e sem sobreiros, faz todo o sentido. Outro reforço veio da SLN/BPN. O Governo que mais afundou o país nos últimos 40 anos reforçou-se com um especialista em buracos formado na escola que produziu o maior buraco financeiro da nossa História. Pelo menos estas duas aquisições têm toda a lógica a seu favor.
Mas há mais. Ninguém mais indicado do que um licenciado em História para ocupar a Secretaria de Estado do Emprego: existiram no passado. Para a pasta do Turismo vai alguém que tem criticado os 23% de IVA que têm afundado o sector e que terá agora a oportunidade de convencer os empresários da restauração e hotelaria a deixarem-se de lamechices e serem competitivos.
Tenho uma certa pena que não tenham aproveitado a ocasião para alterar o nome da Secretaria de Estado das Florestas para Secretaria de Estado dos Eucaliptais. O Eucalipto é já a espécie predominante nas nossas florestas. A nova Secretaria de Estado da Alimentação e da Investigação Agro-Alimentar também merecia ser ocupada por alguém licenciado em História ou, pelo menos, por um especialista em buracos. No estômago, neste caso. Suspeito que a bolachuda moralista das massas e dos arrozes ficou à distância de um par de declarações infelizes de integrar o Governo.

1 comentário:

fb disse...

Encerrou o mercado de Inverno. Olhando para as novas aquisições, verificamos que o Governo se reforçou na Administração Local com alguém sem qualquer experiência autárquica mas com experiência no BES. E o BES é conhecido por alguns financiamentos autárquicos, com e sem sobreiros, faz todo o sentido. Outro reforço veio da SLN/BPN. O Governo que mais afundou o país nos últimos 40 anos reforçou-se com um especialista em buracos formado na escola que produziu o maior buraco financeiro da nossa História. Pelo menos estas duas aquisições fazem todo o sentido.
Mas há mais. Ninguém mais indicado do que um licenciado em História para ocupar a Secretaria de Estado do Emprego: existiram no passado. Para a pasta do Turismo vai alguém que tem criticado os 23% de IVA que têm afundado o sector e que terá agora a oportunidade de convencer os empresários da restauração e hotelaria a deixarem-se de lamechices e serem competitivos.
Tenho uma certa pena que não tenham aproveitado a ocasião para alterar o nome da Secretaria de Estado das Florestas para Secretaria de Estado dos Eucaliptais. O Eucalipto é já a espécie predominante nas nossas florestas. A nova Secretaria de Estado da Alimentação e da Investigação Agro-Alimentar também merecia ser ocupada por alguém licenciado em História ou, pelo menos, por um especialista em buracos. No estômago, neste caso.