segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Os aplausos dos imbecis


Ai o desemprego jovem já ultrapassou os 40%? Vamos já combater esta injustiça. As alterações ao regime do subsídio de desemprego feitas há um ano ainda salvaguardavam o direito dos desempregados mais velhos a beneficiarem do subsídio por mais tempo, mas agora o executivo já pensa em acabar com estes benefícios, lê-se na imprensa da manhã. Foi assim com o "ai os funcionários públicos têm uma carreira que lhes permite ir melhorando de vida" que resultou no desmantelamento das carreiras da Administração Pública durante a governação Sócrates, foi assim com o "ai a maioria pensa que os funcionários públicos têm grandes salários" que resultou nos cortes salariais entre 3,5 e 10% introduzidos por José Sócrates e no roubo de subsídios de férias e de Natal da responsabilidade do actual Governo, foi assim com o "ai os ferroviários têm direito a bilhetes de comboio gratuitos" que resultou na supressão dos mesmos pelo actual Governo, foi assim com inúmeras convenções colectivas de trabalho que ofereciam condições de trabalho um pouco melhores do que o regime supletivo consagrado no Código de Trabalho. Em todos eles se retirou a quem tinha um pouco mais sem dar absolutamente nada a quem continuou a ter menos. Foi calhando e continua a calhar a vez a todos porque a estratégia vai obtendo apoios entre aqueles que se contentam com a retirada de direitos aos outros em vez de reclamarem uma vida melhor para si. E é assim que o nosso edifício social vai implodindo. Ao ritmo das palmas e do silêncio cúmplice deste recurso abundante do nosso país: os imbecis. O défice de cidadania joga na equipa dos terroristas sociais que nos estão a deixar sem nada.

1 comentário:

arménio pereira disse...

Palavras importantes. Muito obrigado.