quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Agarra que é mexilhão

A inspecção da Autoridade Tributária e Aduaneira informa que já instaurou diversos processos de contra-ordenação a consumidores por incumprimento da obrigação da exigência de factura. Franquelim Alves, por seu turno, informa que se sente perfeitamente em condições de cumprir a função governativa para a qual foi nomeado apesar de ter sido administrador da SLN/BPN onde, entre outras proezas, escondeu do Banco de Portugal a factura que hoje todos estamos a pagar. Não é por nada, mas este país está a passar por um período um bocadinho esquisito.

Sem comentários: