quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Mandei o barco ao fundo, cuidado não se molhem

O Presidente da República promulgou a lei da Reorganização Administrativa do Território das Freguesias, que tinha sido aprovada no Parlamento, mas enviou uma mensagem aos deputados na qual pede que sejam tomadas todas as medidas para evitar confusões nas próximas eleições autárquicas, que se realizam no Outono. A mensagem foi outra, cheia de sentido de Estado e essa coisa da tal responsabilidade. Mas podia bem ter sido qualquer coisa assim: “eu sei que podia ter evitado essas confusões não promulgando o diploma. Como não o fiz, vocês amanhem-se para aí enquanto eu me divirto a ver o circo a arder.” Este tipo é uma moca.

Sem comentários: