terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Tudo conforme o revisto

A queda do PIB em 2013 será, segundo as novas previsões do Banco de Portugal, de 1,9%,, acima da contracção  de 1,6% antecipada em Novembro e bastante acima do 1% previstos por Governo e troika. São de prever novas revisões muito em breve: a revisão hoje anunciada é fundamentada quase exclusivamente na quebra nas exportações, não leva em conta qualquer retracção significativa no consumo das famílias e ainda admite um recuo no investimento privado menor do que o esperado. Tudo isto com a economia alemã a registar um forte abrandamento. Está tudo a correr bem,  conforme o revisto:  já não se usa a expressão "conforme o previsto".  Não acertam uma. E trazem o "mérito" sempre na ponta da língua.

(corrigido)

2 comentários:

Gi disse...

Ouvi essa notícia na rádio, com um acrescento: que a partir de 2014 o PIB português iria crescer cerca de 1,3% arrastado pelo melhor desempenho da economia mundial. Só em sonhos.

Anónimo disse...

Precisões do banco de Portugaç ou dos governantes são todas iguais.
Cada um de nós deixa-se levar conforme os seus gostos e interesses.
Por isso uns agarram-se às previsºoes do BdP ( caso do Tó Zé e &) para desancar o governo, outros agarram-se a outras precisões para deixar em cheque o antigo Constâncio e e actual governador.
El pensador