segunda-feira, 1 de outubro de 2012

O conselheiro da tasca

Na mesma intervenção em que acusou os patrões de "ignorantes", o "consultor" de Passos Coelho disse que os vencimentos dos funcionários públicos representavam 80% da despesa do Estado. A verdade é que essa despesa em 2012 ronda apenas 20% do total dos gastos totais da Administração Pública. O vencimento mensal de António Borges (25 mil euros) será o equivalente a quantos ordenados do funcionário público com o vencimento mais elevado? A questão ganha importância acrescida uma vez que, como pode ver-se, os serviços de "aconselhamento" que supostamente presta são obtidos com base em premissas ouvidas na tasca da esquina. Anda para aí muito boa gente a defender a constituição de um Governo de salvação nacional composto por tecnocratas. António Borges é um tecnocrata. Será disto que querem pôr a governar o país?

1 comentário:

Facebook share disse...

Na mesma intervenção em que acusou os patrões de "ignorantes", o "consultor" de Passos Coelho disse que os vencimentos dos funcionários públicos representavam 80% da despesa do Estado. A verdade é que essa despesa em 2012 ronda apenas 20% do total dos gastos totais da Administração Pública. O vencimento mensal de António Borges será o equivalente a quantos ordenados do funcionário público com o vencimento mais elevado? A questão ganha importância acrescida uma vez que, como pode ver-se, os serviços de "aconselhamento" que supostamente presta são obtidos com base em premissas ouvidas na tasca da esquina.