quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Alexis Tsipras: "é preciso resistir à chantagem"


«O meu partido, Syriza - Frente Social Unida, respeita o contribuinte europeu, a quem pedem para arcar com empréstimos aos países em dificuldades, incluindo a Grécia. Os cidadãos europeus devem saber, contudo, que os empréstimos à Grécia são depositados numa conta dedicada e usados exclusivamente para pagar empréstimos antigos e recapitalizar bancos privados à beira da bancarrota. O dinheiro não pode ser usado para pagar salários e pensões ou comprar medicamentos para os hospitais ou leite para as escolas. A condição prévia para estes empréstimos é de ainda mais austeridade, paralisando a economia grega e aumentando a possibilidade de incumprimento. Se existe o risco dos contribuintes europeus ficarem sem o seu dinheiro, ele é criado pela austeridade.» – Alexis Tsipras no Guardian, tradução aqui.

2 comentários:

facebook share disse...

Grécia no quinto ano consecutivo de recessão. Em 2008 e 2009, a recessão era um alastramento da crise financeira global. Desde então ela foi causada e aprofundada pelas políticas de austeridade impostas à Grécia pela troika - do FMI, da UE e do BCE - e pelo governo grego.

ou quase.... disse...

atão nã é...o general loureiro dos santos avisa que as forzas armadas estão no limite de fazerem o golpe.

tamos gregos.....