quinta-feira, 18 de outubro de 2012

A estabilidade de um suicídio colectivo

O CDS pôs fim a três dias de silêncio em relação à proposta de Orçamento do Estado para 2013. O parceiro do PSD na coligação do Governo anunciou na manhã desta quinta-feira que vai votar a favor em nome da estabilidade. Porém, quer "melhorar aspectos" da proposta entregue na segunda-feira no Parlamento. Como se um disparate completo pudesse ser melhorado sem ser rasgado e substituído. Depois de fazer o seu teatrinho, o CDS reassume-se como mais um partido daqueles que não merecem o mínimo crédito. Vai novamente rasgar as promessas eleitorais com que caçou os votos aos incautos que nelas confiaram e pôr o poder assim obtido ao serviço de uma tragédia económica e social com proporções incalculáveis, ainda por experienciar. Chamam-lhe "estabilidade", é instabilidade. Ao menos que lhe chamassem batata. Ou estabilidade submarina, garantida pela permanência no Governo.

(editado)

(a)

1 comentário:

Facebook request disse...

O CDS pôs fim a três dias de silêncio em relação à proposta de Orçamento do Estado para 2013 (OE 2013). O parceiro do PSD na coligação do Governo anunciou na manhã desta quinta-feira que vai votar a favor em nome da estabilidade. Porém, quer "melhorar aspectos" da proposta entregue na segunda-feira no Parlamento. Como se um disparate completo pudesse ser melhorado sem ser rasgado e substituído. Depois de fazer o seu teatrinho, o CDS reassume-se como mais um partido daqueles que não merecem o mínimo crédito. Vai novamente rasgar as promessas eleitorais com que caçou os votos aos incautos que nelas confiaram e pôr o poder assim obtido ao serviço de uma tragédia económica e social com proporções incalculáveis, ainda por experienciar. Chamam-lhe "estabilidade", é instabilidade. Ao menos que lhe chamassem batata.