terça-feira, 3 de julho de 2012

Isaltinem o Macário

O Supremo Tribunal Administrativo condenou Macário Correia, presidente da Câmara Municipal de Faro, à perda do mandato por violações do Plano Director Municipal e do Plano Regional de Ordenamento do Território. O STA considerou que “as diversas ilegalidades assim cometidas” pelo autarca “correspondem à forma mais grave de violação do vigente quadro legal urbanístico”. O PB sabe de fonte segura e limpa de cuspo com nicotina que o autarca se encontra há vários dias recolhido em estágio em Oeiras. A explicação é tão simples como lógica: não havendo mais nenhuma instância superior à qual recorrer, resta ao nosso Macário isaltinizar-se. Felizmente, para desgraça dos saudosistas do passado e dos zangados da vida, já lá vai o tempo em que as sentenças judiciais eram escrupulosamente cumpridas. Agora, estamos no século XXI. O mundo mudou.

1 comentário:

FB Request disse...

O Supremo Tribunal Administrativo condenou Macário Correia, presidente da Câmara Municipal de Faro, à perda do mandato por violações do Plano Director Municipal e do Plano Regional de Ordenamento do Território. O STA considerou que “as diversas ilegalidades assim cometidas” pelo autarca “correspondem à forma mais grave de violação do vigente quadro legal urbanístico”. O PB sabe de fontes livres de cuspo com nicotina que o autarca se encontra actualmente recolhido em estágio em Oeiras. É que, não havendo mais nenhuma instância superior à qual recorrer, resta ao nosso Macário isaltinizar-se. É já a seguir.