sexta-feira, 1 de junho de 2012

O dossier secreto MST

“Sei que há um relatório sobre mim, mas a minha vida é bastante mais animada do que aquilo que está no relatório”, responde o tudólogo Miguel Sousa Tavares, indagado pelos jornalistas do programa Conversas Improváveis, na noite de quarta-feira, no Casino Figueira. Claro que tem que haver um relatório das secretas sobre a vida de Miguel Sousa Tavares. Com toda a certeza que não se atreveriam a deixar de fora do assunto do momento a personalidade mais importante do país. Se a promiscuidade com a Ongoing e toda a teia de interesses tecida em torno da privatização da RTP já de si é uma vergonha, não fazerem um relatório sobre MST seria a humilhação das humilhações. Até digo mais: tenho cá uma vaga esperança que no tal relatório finalmente seja divulgado que D. Afonso Henriques, quando fundou Portugal, fê-lo na certeza de que, uns séculos depois, a nobre pátria pariria um Miguel do calibre de um umbigo XXXXXXXXXL. Perceberam aquela parte do “a minha vida é bastante mais animada do que aquilo que está no relatório”? Era a humildade a falar. O nosso Miguel ainda não está pronto para tão importante revelação. Talvez mais adiante, depois de beber mais umas litradas daquela vaidade que nunca o deixará sentir-se sozinho neste mundo impreparado para tantas qualidades concentradas em apenas um ser. Tão maravilhoso…

3 comentários:

FB Request disse...

“Sei que há um relatório sobre mim, mas a minha vida é bastante mais animada do que aquilo que está no relatório”, responde o tudólogo Miguel Sousa Tavares, indagado pelos jornalistas do programa Conversas Improváveis, na noite de quarta-feira, no Casino Figueira. Claro que tem que haver um relatório das secretas sobre a vida de Miguel Sousa Tavares. Com toda a certeza que não se atreveriam a deixar de fora do assunto do momento a personalidade mais importante do país. Se a promiscuidade com a Ongoing e toda a teia de interesses tecida em torno da privatização da RTP já de si é uma vergonha, não fazerem um relatório sobre MST seria a humilhação das humilhações. Até digo mais: tenho cá uma vaga esperança que no tal relatório finalmente seja divulgado que D. Afonso Henriques, quando fundou Portugal, fê-lo na certeza de que, uns séculos depois, a nobre pátria pariria um Miguel do calibre de um umbigo XXXXXXXXXL. Perceberam aquela parte do “a minha vida é bastante mais animada do que aquilo que está no relatório”? Era a humildade a falar. O nosso Miguel ainda não está pronto para tão importante revelação. Talvez mais adiante, depois de beber mais umas litradas daquela vaidade que nunca o deixará sentir-se sozinho neste mundo impreparado para tantas qualidades concentradas em apenas um ser. Tão maravilhoso…

Margarida Alegria disse...

As litradas serão apenas de vaidade? :P
E iquei confusa: então MST "acha" que devem ter um relatório sobre sua excelsa pessoa e insinua que não está completo e que a sua vida é bem mais animada?! Ele já teve acesso a essse relatório?
Bem, presunção e água benta...

Pata Negra disse...

Gosto destes tiros de pardaleira!
Um abraço tudoépouco