quinta-feira, 26 de abril de 2012

Um apelo à paz

Em tempos de paz, sem investigações policiais de nenhum tipo, a regra é a do silêncio: cada um que trate da sua vida. Mas quando as actividades mais honestas de algum dirigente político do arco é importunada pela polícia, “certos ministros de Passos Coelho deviam ser investigados”, como sugere o líder da JSD-Madeira. Atenção que estamos a falar de certificação de qualidade e não de suspeições de qualquer tipo. Com toda a certeza que o rapaz não vai ser chamado a prestar declarações sobre quais os ministros que deveriam ser investigados e muito menos sobre o que sabe sobre actividades que eventualmente justificariam tais investigações. A paz que reine de novo, para o bem de todos: este é o recado que quis dar ao poder central. O final será feliz. É sempre feliz.
Regressarei depois do 1º de Maio.

Sem comentários: