quinta-feira, 5 de abril de 2012

Suspensões

Para memória futura, estes últimos dois dias deixam-nos a lembrança da inconstitucionalidade da criminalização do enriquecimento ilícito e do alargamento do constitucionalíssimo empobrecimento ilícito de servidores do Estado e pensionistas pelo menos até 2015, com especial destaque para a prestimosa colaboração que o PS, por acção e por omissão, deu a ambas as causas. Nem uma palavra, hoje, no Parlamento, sobre o prolongamento do roubo que os seus colegas ladrões não tiveram pejo em confessar. António José Seguro preferiu insurgir-se diante das câmaras e microfones de Rádios e televisões, a sede própria para o show off do costume. Cavaco Silva, o Ali Babá dos três partidos do arco, continua de férias ao juramento que todos lhe ouvimos no acto de posse.
Aos que por aqui passam, as publicações regulares deste espaço ficarão durante algum tempo como a nossa democracia: suspensas por anomalia no braço esquerdo. Regressarão tão brevemente quanto me seja possível (apenas as publicações).

8 comentários:

Gi disse...

Faço votos de rápidas melhoras, Filipe.

maria madeira disse...

Espero que a anomalia siga dentro de momentos. Boa recuperação!

Filipe Tourais disse...

Muito obrigado. Isto só a ler é aborrecidote, é...

Francisco Trindade disse...

Filipe,

deixa lá o braço esquerdo em paz e continua com o direito! Eh eh eh!!!

Melhoras,
Um abraço

Francisco Trindade

Filipe Tourais disse...

Não dá mesmo, Francisco. Nem para mandar um abraço. Por isso, meio abraço hehe

Anónimo disse...

Está aí a prova que em tempos difíceis o lado esquerdo não serve. O único que funciona, bem ou mal, é o direito :)

Filipe Tourais disse...

Pelo contrário, anónimo. Nada funciona sem o esquerdo. Poderia propor-lhe que imobilize o seu braço esquerdo, mas é melhor não tentar nada disto em casa, não estou em condições de ter chatices com nenhuma mãe.

alexandra disse...

Que seja leve a "penitência" por essa anomalia no braço esquerdo e boa recuperação. Ânimo e paciência. Falta que fazem, que já bastante dura de roer é a penitência pelas tais anomalias democráticas de esquerda, pois gastada a esperança nestas....fim de conversa, ha ha.