quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Humilhaditos

O FC Porto igualou o pior resultado do seu historial em competições da UEFA e trouxe de Manchester uma derrota por 4-0 com o City, que de histórica tem ainda um dos golos mais rápidos da História do futebol, apenas 19 segundos. O pessoal deve ter entrado em campo com medo dos carteiristas que abundam na cidade, muito mais do que no Porto. Sobretudo daqueles que cantam. Com razão tanta histeria quando o City publicou no seu site um alerta, no mínimo, injusto, dirigido aos adeptos que acompanharam a equipa ao Porto na primeira mão, que também ganharam, se não me falha a memória, por 1-2.

Resumindo: 6-1 nas duas mãos. É chato. Felizmente que temos um Governo que sabe o que faz, não temos um desemprego acima dos 14 por cento, nem uma taxa de pobreza a chegar aos 25, ambas maiores ainda no Distrito do Porto. Aí, então, é que seria mesmo uma calamidade. Os carteiristas começariam logo a aparecer em força. Para desgraça dos ingleses, obviamente.

5 comentários:

Daniel Santos disse...

Ao contrário do que acontece quando é o são os portistas a apreciar as derrotas do Benfica, eu como benfiquista não gostei da derrota do Porto. Péssimo que o detentor da Liga Europa apanhe uma cabazada destas.

Filipe Tourais disse...

Eu prefiro ganhar-lhes no dia 2, mas não posso dizer que tenha ficado propriamente triste. Um pouco, talvez, por eles agora ficarem mais folgados, mas apenas isso não dá para chorar.

Filipe Tourais disse...

Eu prefiro ganhar-lhes no dia 2, mas não posso dizer que tenha ficado propriamente triste. Um pouco, talvez, por eles agora ficarem mais folgados, mas apenas isso não dá para chorar.

Lambreta disse...

Também não fiquei nada triste quando o Guimarães venceu o Benfica na segunda-feira...mas isso são pormenores... Espero sinceramente que tenham melhor sorte na Champions para a semana... Quanto ao Sporting, sou incapaz neste momento de nutrir qualquer tipo de simpatia depois do que fizeram ao Domingos...e aquele fulano de sangue azul que os está a treinar é uma nódoa..um gentleman cheio de fair play, por isso esmurrou o seleccionador da outra vez..enfim...melhores dias virão.

Filipe Tourais disse...

Ainda bem que o Lambreta me entende. É assim o futebol, uns dias tristes, outros contentes, uns a meter nojo, outros a ouvir ou a ler os outros a meter nojo. Faz parte. Mas amigos como antes.