sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Aulas práticas sobre voto útil: transportes

As alterações na rede da Carris, que entram em vigor no dia 3 de Março, incluem a supressão de quatro carreiras e modificações de períodos de funcionamento, frequências ou trajectos de outras 23 carreiras. Com esta reestruturação, a empresa prevê poupar quatro milhões de euros por ano e dispensar 100 motoristas, número que "está praticamente coberto com saídas voluntárias", dizem eles.


Vagamente relacionado:


- 76% dos prejuízos das empresas de transportes públicos deve-se ao pagamento de juros aos bancos.


- Os preços aumentaram 4,5% em Janeiro/2011, 15% em Agosto/2011 e tiveram aumentos novamente em Fevereiro que, em alguns casos, ultrapassaram os 50%.


- Despediram-se 37% dos trabalhadores entre 2001 e 2011.


- Foram eliminados 900 km de linhas ferroviárias desde 1988 e estão em curso planos para acabar com mais 430 km.


- Portugal vai gastar 42.395.604.000 euros (42,4 mil milhões de euros) em 16 PPP de estradas até 2050, 2,5 vezes o total da dívida das empresas de transportes públicos acumulada ao longo de décadas.


Mais aqui.

Sem comentários: