domingo, 8 de janeiro de 2012

Tem a sua lógica

Num país onde se repete à exaustão que os credores têm plenos ploderes para ditar as suas leis, será banal que um Presidente de uma Associação de pais se sinta à vontade para dizer que existe uma lei que condena crianças a comer no átrio da escola, separadas dos colegas, caso os seus pais não tenham dinheiro para pagar as dívidas alegadamente contraídas junto da associação presidida por si (ler aqui, desenvolvimentos aqui).

Sem comentários: