quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Silêncios BPN

A Assembleia Legislativa da Madeira (ALRAM) vai transferir no próximo ano 5,35 milhões de euros para as contas dos partidos a título de subvenção parlamentar, financiamento considerado ilegal pelos tribunais Constitucional e de Contas. Como Presidente da República, Cavaco Silva jurou ser o garante do regular funcionamento das instituições democráticas, mas Alberto João Jardim há-de saber umas inconfidências sobre o BPN e a boca é um dos seus órgãos mais conhecidos. Pelo sim, pelo não, Pedro Passos Coelho também andará caladinho. E, realmente, enquanto o "patriotismo" se dispuser a pagar, não há que arriscar. Têm os três razão.

Sem comentários: