domingo, 4 de dezembro de 2011

Não chamem a polícia

O chefe do gang dos subsídios de férias e de Natal dos funcionários públicos e pensionistas deu uma entrevista a um jornal a gabar-se de ter descoberto 2 mil milhões de euros, equivalente ao produto do roubo, e a chamar-lhe “verba excedente”. Não adianta chamar a polícia. Trata-se do Primeiro-Ministro.

1 comentário:

Gi disse...

Também li isso e fiquei perplexa.