sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Pavlov foi a Benavente ensinar respeitinho

A direcção do Agrupamento de Escolas do Porto Alto (Benavente) proibiu seis crianças entre os seis e os nove anos de almoçar na cantina da escola, durante dois dias, como castigo por mau comportamento, o que deixou os pais indignados. A regressão social em curso conta-nos como se faz um Oliver Twist à portuguesa em pleno século XXI. Podem? Claro que podem. Os senhores directores podem tudo. Existem especificidades pedagógicas locais que só eles conhecem.

6 comentários:

Anónimo disse...

E porque te ficas pelo título e näo explicitas o que é que os miúdos fizeram?

E/Ou que ninguém os impede de almoçar comida de casa, i.e., o castigo é aos pais por näo saberem ensinar que se deve obedecer às funcionárias e näo correr pelo meio da estrada?

Filipe Tourais disse...

Acho que nunca perceberia que a cantina não é do senhor director e sim de todos nós. E que a privação de comida não é a prática pedagógica mais adequada, é reprovável a todos os títulos, seja lá o que os putos fizeram ou fizerem. Como tal, não perderei mais tempo consigo.

Pedro disse...

Se na estrada de todos nós as crianças correm sem rei nem roque, imagino o cenário na cantina de todos nós. Se uma criança ficasse debaixo um carro, a culpa seria quem? Se a criança já corre no meio da estrada desobecendo, vão proibí-la de ir ao intervalo como? Vai-se obrigá-la a fazer trabalhos extra como? Não se pode segurar, tocar, bater, nada. Tudo isso é traumatizante. Prende-se com correntes?!

O ideal é realmente os pais inculcarem regras BÁSICAS de comportamento em casa. Em muitos casos nunca passa de fantasia...

Filipe Tourais disse...

Olhe, amigo, assim a escola não serve para nada. E o que mais me preocupa nem é o facto das crianças não comerem e sim o de estarem a ser educadas por quem a escola também não ensinou que os animais é que se treinam com comida.

Pedro disse...

Oh, sr. Filipe, acha sinceramente que a boa educação, saber estar, comer como deve ser, não correr para o meio da estrada, ser amigo dos amigos - isso tem que ser a escola a fazer, senão não serve para nada a escola?... Enfim, respeito a sua opinião, mas depois pergunto para que servem os pais. Aquele recado na caderneta com certeza não há-de ter sido o primeiro...

Filipe Tourais disse...

Sem dúvida que sim. Quanto a isso, estamos de acordo. Mas e então os putos que não têm quem lhes ensine a ser gente em casa não comem e são treinados como animais, é? Desculpe, mas não concordo. O ofício de quem segue a doc~encia é educar. E há quem venha de casa sem os mínimos. A escola tem que lhes dar outra resposta qque não a de privá-los de comida. É primitivo.