quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Para melhor, sempre


Para pior, basta.

Sem comentários: