segunda-feira, 21 de novembro de 2011

O medo infunda, infunda

Em sede de Comissão Parlamentar do Orçamento, referindo-se à revisão das tabelas salariais da função pública, Vítor Gaspar afirmou que o Governo não tem qualquer plano nem nenhuma intenção de submeter qualquer iniciativa nessa matéria. E complementou: "a especulação pública em torno desta matéria é completamente infundada". Já tinhamos um país a afundar, temos agora também um Secretário de Estado a infundar, o da Administração Pública, Hélder Rosalino. E na Quinta temos uma greve geral. O medo infunda? Infunda, pois. O Ministro infunda o seu Secretário de Estado e este não se demite. Esta gente está habituada a infundar. Com razão, há pouco, no facebook, circulava um lembrete que alertava para a importância de não nos esquecermos de colocar todo o Governo no campo "dependentes a cargo" quando preenchermos a declaração de IRS deste ano.

Sem comentários: