quinta-feira, 10 de novembro de 2011

No bom caminho para o empobrecimento


No Documento de Estratégia Orçamental, divulgado no final de Agosto, o Governo começou por prever uma contracção de 1,8% em 2012 . Reviu-a para -2,8% na proposta de Orçamento para 2012 apresentada no mês passado. E, hoje, a Comissão Europeia divulgou uma previsão de valores para a recessão da economia portuguesa ainda piores, de 1,9% este ano e de 3% em 2012. Ou seja, é irrealista o cenário que serviu de premissa ao Governo na elaboração do Orçamento, pelo que andaremos novamente a correr atrás da realidade. Os ajustamentos já sabemos como eles os fazem: cortes salariais, desorçamentação de serviços públicos, desregulação das relações laborais. Para bom entendedor, é nisto que se traduz a revisão em baixa das previsões da Comissão Europeia. Quanto a revisões em alta, só na previsão de desemprego.

Sem comentários: