terça-feira, 15 de novembro de 2011

Diz que a crise acaba em 2012

A queda homóloga de 1,7% do PIB português no terceiro trimestre só foi superada pela Grécia, com um recuo de 5,2%, segundo dados divulgados hoje pelo Eurostat. Nenhum país cresceu acima dos zeros vírgula, um dado que não augura grande futuro para o alegado motor da nossa economia, as exportações. Está-se mesmo a ver que a crise vai acabar em 2012. Decretar o fim da crise é que está a tornar-se moda (ler aqui).

Sem comentários: